Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


24 de fev de 2010

COMPUTADOR!

EU ERA FELIZ Até que resolvi comprar um computador. No começo tudo bem, foi AQUELA novidade! Aprender a mexer no mouse (NÃO É UM RATO!) a usar o Word (poxa, eu pensava que já sabia usar palavras) e descobri que as teclas são maciiias e que para jogar paciência, não precisaria mais ficar baralhando cartas a cada jogada: legal! Ele sublinha, muda a cor das letras, coloca maiúsculas automaticamente, faz tudo sozinho, posso programar espaços e parágrafos, maravilha! Tem “programas” (não são saídas com amigos)..Um deles se chama Excel; ali posso anotar todas as minhas despesas, entre milhares de outras coisas, (que ainda não descobri,) e ele soma (sozinho claro!), é o máximo! O tempo foi passando e os figurões não param de inventar algo novo a cada dia, então descobri que todos os dias meu CARO computador já está ULTRAPASSADO! Não importa o quão moderno ele seja, saca? Não é como um vestido que dura pelo menos uma estação ou um carro que vai ser último modelo pelo menos um ano INTEIRINHO. Tempos depois veio a INTERNET; uhuuuuuu! No começo, de linha discada mas agora é “banda larga”; quem inventou esse termo estranho? Claro que tive que aprender a navegar e NEM SEI MERGULHAR! Tantos hardwares e softwares...nova e estranha linguagem. Então, a cada 2 anos (mais ou menos) tenho que ir acrescentando memória. Não podemos fazer isso em nós? A nossa memória sim que vai gastando; por que é que algum cientista não inventa isso? Isso sim seria revolucionário! Mudam uma plaquinha ali dentro e os problemas parecem resolvidos. Aleluia. Só que: imagina assim, ó; tu és uma pessoa normal, tens um escritório em casa e vais colocando as coisas nas gavetas e nas prateleiras. De vez em quando fazes uma faxina e jogas um monte de coisas fora, mas têm outras que nem pensar: o recorte do Paulo Santana com uma nota onde cita um sobrinho; a receita de sagú que saiu na revista; teus escritos sobre Freud; essas coisas... Com o computador é igual, só que não vais fazer a faxina quando quiseres e sim quando "ELE" te obriga porque não tem mais espaço de armazenamento! Como assim, o cara que me vendeu disse que tinha não sei quantos “ram”, (???) e ainda me joga a culpa dizendo que EU estou baixando arquivos pesados: quer dizer que o “site” X me oferece a tese de meus sonhos e agora o brinquedinho não tem mais gavetas? QUANTO $$$?! Mas o técnico me jura que vou ter capacidade para muito tempo então topo, negocio em duas vezes e mando instalar a tal capacidade. O computador trava, fica leeento, lá vem o técnico e me comunica que preciso acrescentar bites (até então, eu achava que eram mordidas) e fico com cara de idiota franzindo a testa, fingindo que sei do que ele está falando; fazer o quê? Bota mais mordidas no meu bolso...Ok...Droga de computador. O tempo passa, creio que os problemas se resolveram e o meu filho, que está morando em New York me manda umas fotos que (CLARO!) não abrem. Falo com o técnico e ele diz que é por que EU não tenho o programa “tal”, que não entende como eu pude mexer nessa máquina até hoje sem O TAL PROGRAMA...Me sinto um dinossauro! Então combinamos DATA e HORA para instalar o programa. Ele chega três dias depois, vem as 21 e não às 9. Mais mordidas me são oferecidas e vou precisar delas porque as fotos são pesadas e os arquivos ídem. Arquivos para mim, eram armários grandes, tipo aqueles metálicos, lembra? Levanto pela manhã uns dias depois e resolvo acabar aquele texto que comecei há algum tempo e não acho, sumiu, tomou Doril! (Ainda se diz isso?) De uns tempos para cá engordei um pouco, meu médico me mandou fazer exercícios, diz que passo muito tempo sentada no computador, e que só assim a dor nas costas vai passar. Logo agora que descobri que posso entrar na biblioteca do Vaticano?! Ligo para O CARA e por telefone mesmo, ali, rapidinho, ele me diz que tenho vírus - o meu médico não tem essa capacidade, para cada coisinha me pede mil exames antes de fazer qualquer diagnóstico – então lá vem outra visita. Ele leva a minha máquina (é assim que “eles” chamam) e eu fico meio que olhando para os lados, com saudades pensando; “como vou viver esses três dias”? Depois de uma semana o “REI” da casa está de volta! O técnico monta tudo e no fim me mostra uma “coisinha” na mão dele - sabe aquela cara de quem tem uma mina de ouro na mão? - e me conta que com aquilo eu vou poder gravar com segurança tudo o que acho importante, é um gravador de DVD. Disquete, minha senhora?! Ele me olha com desprezo: disquete já era... JAMAIS consegui programar o tal aparelho!...Instala! (Eu sou do tempo do Atari, gente! Vídeo-cassete para mim já era um mistério...) Tá, e como é que eu gravo? "Simples"; diz ele, e começa a mexer nos botões, a tela vai mudando, aqueles dedos (odiosos) se mexem numa velocidade que dá vontade de dar uma martelada, grito: “PÁRA TUDO! Começa outra vez, desta vez devagar”. Não adianta, são umas 50 janelas (coisas do Gates) diferentes e eu tenho que teclar (não é piano) na ordem certa se quero que funcione. Resolvo anotar, embora me sinta a mãe do Tiranossaurus Rex. Agora ficou fácil, é assim: se coloca o DVD, abre a cópia do DVD e vai em DVD decripter, aí é só memorizar destination e copiar DVD, fechar o decripter, abrir o shrink, clicar (palavra tão bonitinha, né?) em open files, selecionar a pasta copiada, dar ok de novo e fazer o backup. Aí se escreve c:\temp, dá ok, diz que sim, vai em meu computador = D, deleta a pasta copiada, dá shift + deleta e diz que sim. Quando era mesmo que tinha que colocar o DVD a ser gravado, depois tirar este e colocar o virgem? (Para mim isto também era outra coisa...) Fácil. Só que agora preciso comprar DVDs virgens. Alguém sabe onde é que se compra isso? Eu não tenho coragem de perguntar para o técnico, odeio ele! 09/06/2006 Pela data do textinho, já deu pra ver que melhorei, né...até tenho blog, rsrsrs

2 comentários:

  1. Em www.dvd-e-cd.com.br é um distribuidor de São Paulo o preço é bom e também tem qualidade, se for poucas unidades as vezes não compensa porque tem frete, caso contrario vale a pena

    ResponderExcluir
  2. Querido, obrigada, rsrsrs.....já sei TUDINHO.
    Veleu...bj!

    ResponderExcluir

Olá!
Por favor sinta-se livre para comentar!