Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


1 de jul de 2010

SUBIR NUM PALCO...é TUDO!

Esta foto foi da primeira oficina que fiz com o Zé Adão Barbosa, meu amigão até hoje! Acho que foi em 94...século passado, credo... No Clube de Cultura, ali na Ramiro Barcelos. Sabe quem pisou nesse palco?! Ninguém menos que MESTRE Vinícius de Moraes... Alguns "chãos" são sagrados! A moça (GATA!) que está comigo, hoje é a moça do tempo da RBS, Ana Paula Valdez. Foi nessa peça que conheci a Simone: nos detestamos de cara!... Na saída fomos pra um boteco, descobrir o porque da antipatia.... Bebemos (várias) tequilas, nos apaixonamos e somos AMIGAS de grude! A minha personagem era louca, suicida E ninfomaníaca... Basta ver o figurino da "criatura"! ADRENALINA é o que se sente antes e durante...Depois, vem os questionamentos e se pensa pacas no que se poderia ter feito de melhor, de "diferente"... Os textos - monólogos - eram de Luciano Alabarse, bem "pesados", difíceis de fazer, mas Zé Adão nos dirigiu com aquele toque de mestre e ficou show! Logo a seguir, outra oficina...que eu já estava viciada, rsrsrs Dessa vez, montamos "A" peça; "O DESPERTAR DA PRIMAVERA"... uau! Eu fiz a mãe careta que "mata" a filha, obrigando-a a fazer um aborto porquer tinha engravidado do namoradinho. Depois, "A Espera"...Interpretei uma solteirona esperando um encontro que nunca chegou. A personagem passou por todas as fases de uma ESPERA: alegria, ansiedade, medo, desilusão...Texto lindo:AMEI! Daí veio o convite da (MARAVILHOSA!) Norma Duarte pra interpretar uma mendiga...PRESENTÃO! A peça era "UM AMIGO NA LOUCURA"...Textos, músicos no palco, poemas... Tudo se passava numa estação de trem e eu era a mendiga da estação, que vivia bagunçando tudo e virando latas de lixo. O cenário era SHOW... NORMA DUARTE: que fim levou?!...O texto era todinho dela!!! Grande diretora e amiga sumida... Por esta peça recebi cachê...te mete! O Teatro Renascença foi nosso chão. Na foto lá acima, à direita, JORGE BRAGANÇA, o guarda da estação; como sofreu comigo! rsrsrs...SAUDADES! Quem nunca fez teatro não entende "o vício". Não; NÃO é egocentrismo, como alguns pensam! É a capacidade de viver outras vidas, é dar vida a Ésquilo. É suar frrrrrio...as pernas tremem.....no estômago fica uma bola de pedra e o pavor de esquecr o texto...Melhor que orgasmo! Agora vem MARIO QUINTANA pra minha vida...falta pouco... É este mês...faltam 29 dias...Ensaios, entrar num poema...HELP! AMO MUITO ISSO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Por favor sinta-se livre para comentar!