Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


23 de dez de 2010

NATAL...

Tenho pedidos pro bom velhinho...
Conheci muitas pessoas novas... Algumas certamente serão cometas, outras estrelas que ficaraõ em minha vida. Mas TODAS ficarão em meu coração!
E têm aquelas que já fazem parte da minha vida FOREVER!
A todas estas pessoas quero desejar um NATAL ILUMINADO...
Que não recebam muitos presentes, mas sim todas as coisas que estão escritas nesse punheirinho.
Afinal, é "apenas um aniversário" o que iremos celebrar; mas QUE ANIVERSÁRIO!
Se houvesse paz no mundo, bem, aí eu ficaria realizada!
Que nunca mais uma criança passe fome, sofre nenhum tipo de violência e que os homens (e mulheres) que têm o poder, fossem finalmente líderes de verdade a serem seguidos!
Que nunca mais um velho fosse abandonado!
Que os animais fossem bem tratados...
Tá,estou sendo idealista demais, eu sei... NÃO PRETENDO MUDAR!
Sonhar ainda é grátis.
A todos, FELIZ NATAL!
Que 2011 nos traga mais:
AMOR!
Saúde!
Tolerância...
AMIZADES VERDADEIRAS.
Vontade!
Trabalho e Suce$$$$$$$$$$$$$$$$$o...
Sinceridade!
Sonhos....
Realizações!
PAZ!!!
Beijos estalados nas bochechas e meu carinho mais completo...
HOHOHO.........
Quem sabe um dia ainda faço o papel de Papai Noel?!
Até 2011!
AMOR!!!
*******************************************************

19 de dez de 2010

A ELIMINAÇÃO DA FERA

Hoje, domingo, 7;30 horas da manhã, fui levar meu "filhote" de oito meses pra passear na praça. Estacionei. Ia descer do carro, quando vejo uma senhora passeando tranquilamente na calçada com um pequeno cão, lindo, fofo, todo marronzinho... Repentinamente, do nada, surge um enorme rottweiler e se avança no cãozinho. Gritei: “CUIDADO!”... PARALIZEI! Saca? A dona do bichinho o segurou no colo, levantou bem alto, foi derrubada e mordida pelo rottweiler... Quase chorei de impotência: nada podia fazer! Vieram algumas pessoas correndo e espantaram a fera e auxiliaram a senhora, que sofreu leves mordidas, graças a Deus. Seu cãozinho saiu ileso, por milagre e coragem de sua dona heroína! Fui embora. Era perigoso passear ali com meu Pacino... Fui pra outra praça, bem longe dali e depois o levei pra casa. Logo enseguida, fui na padaria, que fica na mesma praça do "incidente". Vi 3 viaturas policiais! (3)... Tinham já eliminado (sim: abatido, baleado) o rottweiler. Não era um animal sem dono: tinha coleira. Não entendo o que houve com ele e muito menos com seus donos... Será que se perdeu faz dias e estava faminto e assustado? Não conseguia voltar pra casa? Ou o abandonaram pra ir pra praia??? TEM GENTE QUE FAZ ISSO! Os policiais tomavam depoimentos das “ocorrências”. Até aí, tudo bem e justo; o bicho era perigoso, EU VI! Adoro bichos, mas aquele era um animal doente, espumava, perigoso, que pena... Mas...precisava 3 (três) viaturas, o que significa no mínimo 6 (SEIS) policiais pra isso? Em algum lugar da cidade ocorrem assaltos, estupros, furtos, etc... __________________________________________

17 de dez de 2010

NATAL CHEGANDO...

Natal está chegando e não vejo por aí o “espírito natalino”...
As pessoas montam pinheiros, iluminam a casa e compram presentes: não é melhor fazer algo e dar aos seus afetos?
Pode ser uma caixa de fósforos forrada com papel florido, com UM bom-bom dentro. Isso mostraria mais AMOR.
Estou fazendo coisinhas pros meus afetos...tomara que gostem!
Ontem, dia 16, fiz a última apresentação do ano de “ A FUGA”. Foi mágico! Teatro LOTADAÇO!
Muita gente jovem, fazendo mil perguntas (INTELIGENTES) depois da peça...
Todos emocionados...
Chorei até me rasgar: OBRIGADA, PAPAI DO CÉU!
Ele ainda me presenteou com a presença de uma amiga (MUITO) querida que não via há tempos; HELENA MELLO.
Ficamos amigas faz uns 15 anos, numa oficina do Zé Adão Barbosa... SAUDADE DELE!!!
Helena Mello é jornalista, mestra em Artes Cênicas e jornalista...Haja fôlego!
Toda cheia de currículos MERECIDOS!
E está cada dia mais LINDA... Iluminada!
Foi uma apresentação especial de Natal, na qual tentei passar um pouco desse espírito de PERDÃO... AMOR... GRATIDÃO...
Afinal, o que vamos celebrar dia 25 de dezembro?
O aniversário desse Senhor aí acima!
Ele não quer crediários nem gente endividada: sejamos criativos e amorosos!
É tão mais tocante...
Natal já está dentro de mim, ALELUIA...
BEIJOS (pré) natalinos!
__________________________________________________

4 de dez de 2010

FIM DE AMOR OU MORTE?

Jantar de sexta-feira, num restaurante japonês, clima intimista, quase puxando pro romântico. Espero pessoas para uma celebração. Na mesa ao lado, um casal sentado lado a lado, ambos olhando pra frente, de cara pra parede. A expressão física e emocional de ambos é de cansaço e tédio. No meu (pobre) entender, jantar num restaurante com esse clima, no mínimo é pra conversar, botar as novidades da semana em dia e espairecer da correria da semana. Ou no melhor dos casos, para celebrar algo... “Estes”, nem sequer celebram mais a falta absoluta de vontade de fingir. De fingir-se. Nem se olham mais! A única ligação que eles - ainda – têm é a filha de mais ou menos 5 anos. Ela fala, questiona, quer brincar, é tarde: noto que está cansada!Eles lhe respondem laconicamente: “fica um pouco quietinha, filha, por favor”... Finalmente ela fala com o marido (coçando a cabeça) e ouço o seguinte: “Putz, chegando em casa ainda tenho que botar a roupa na máquina”. Ele? Não responde e segue olhando pro nada e bebendo cerveja pós cerveja. PUTZ! Porquê não foram comer um bauru? Porquê não ficaram em casa olhando pra tv? Porquê não assinam de uma vez por todas, corajosa e libertadoramente o fim do amor, da tesão, da esperança e até da amizade, que por vezes é tudo que resta a uma "casal"?! Ou será que algum parente morreu hoje e só por isso foram parar ali? Quem sou eu pra julgar o que se passa na vida dos outros... Vá saber. Fui ler um livro! Beijossssssss _____________________________________________________

3 de dez de 2010

PRAZER...

Esta semana, apresentamos a peça “HÁ TEMPOS”. Foi a primeira vez que apresentei uma comédia e simplesmente ADOREI...
Como foi bom ouvir as risadas do público, do início ao fim ! Era um entre e sai, troca de roupa, volta pra cena, troca e volta, correria... MARAVILHA, bem como eu gosto!
Também foi minha estréia em contracenar com um colega e “mais ou menos” fazer um par romântico... Quem viu, disse que a cena, apesar de “limpa” (nenhum toque) estava pra lá de sugestiva... O ator que contracena comigo podia ser meu filho, é lindo e super talentoso: Emilio Farias!
Alguns colegas estão brilhantes!... Não vou citar nomes pra não ser injusta.
A história é a seguinte: sou uma ex-proprietária e professora de uma escolinha que fez sucesso no final dos anos 80, início dos 90...
Vinte anos depois, decido reunir a turma numa pousada na Barra do Ribeiro, achando que vão
os 20 alunos... Só aparecem 5 – OS MAIS PROBLEMÁTICOS – com maridos e esposas neuróticos...
Tudo isso pra homenagear o antigo guarda da escolinha, Guarda Bello, que está moribundo e as crianças apelidaram ele de “Guarda Meia”.
Casualmente é seu aniversário, ele só ganha meias... Só que ele odeia meias e surta! Feita a bagunça...
Somos 12 atores em cena, ou seja, difícil de dirigir: Bob Bahlis dirigiu com maestria!
Soube aproveitar de forma brilhante os textos de Fabrício Carpinejar, em quem estou viciada e ao que tudo indica, o mesmo vai assistir a peça terça-feira, nossa última apresentação... UAU...
Já tenho saudades!
ELENCO:
Luciana Domiciano, Mariana Del Pino, Vanessa Prudêncio, Alice Comasseto, Leo Bello, Pingo Alabarce, Davi Borba, Emílio Farias, Morvan, e eu,
Tânia Cavalheiro!
Anota na agenda:
terça-feira, 7 de dezembro, 20 HORAS, na sala Carlos Carvalho (segundo andar) da Casa de Cultura Mario Quintana. R$ 10,00 e apenas R$ 5,00 para idosos, estudantes e classe artística.
VALE CADA MINUTO!
Te espero... Obrigada... BEIJOS!