Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


25 de jan de 2011

AMIGA

Faz alguns anos, uma amiga me apresentou uma amiga dela. A tal MULHER era linda, elegante, muito inteligente, divertida, descolada, hiper sincera, antenada, dona da gargalhada mais maravilhosa que já ouvi, enfim: um LUXO! Óbvio que me apaixonei! O mais incrível é que ela também gostou de mim e começou aí uma grande amizade que foi crescendo como o carinho e a confiança. Sabe aquela pessoa pra quem se pode contar absolutamente tudo, tudo, tudo? É ela! Quando acha que to fazendo mancada, da nos dedos sem piedade. É debochada... Irritada e por vezes grossa. Certa vez comentei uma música da Celi Campelo, ela me olhou com aquele olhar de soslaio e me tascou: “faz bem o teu tipinho” e depois cais na risada. Magoei. Por 3 segundos...rsrsrs Vibra com qualquer pequeno feito meu, parece avó, rsrsrs... Incentiva, inventa, me cria e me faz ver o meu melhor. O fato é que começamos a ir pra algum barzinho todas as semanas. E minha amiga começou a beber cada vez mais... Às vezes ficava inconveniente, armava barraco, brigava até com garçom. Conversamos, argumentamos, pedimos, até brigamos... Mas sua forte personalidade não aceitava os fatos e seguia se afundando na mesma medida que meu medo crescia... As situações de risco eram cada vez mais freqüentes e eu ligada nela 24 horas por dia, caso algo acontecesse... Chegamos a nos afastar por algum tempo. Por pouco tempo, pois faça o que fizer, eu não vivo mais sem ela. Um dia, esta amiga por quem sou capaz de brigar no tapa, armar barraco, baixar o nível se alguém falasse mal dela, enfim, receber meu morro e descer das tamancas, do nada, ela me ligou e disse: “parei de beber faz 2 semanas”. Não tenho como descrever minha alegria e alívio ! Disto faz 4 meses. De lá para cá esta mulher fantástica está cada dia mais LINDA, mais inteligente, mais elegante, mais divertida, mais serena... Rejuvenesceu vários anos! Seu caminhar está mais etéreo e firme, saca? O carinho meu por ela nunca diminuiu! A confiança se viu abalada, confesso. Minha admiração por ela vem crescendo cada vez mais! E olha que barato; o universo vem conspirando a seu favor, coisas (muito) boas estão acontecendo na vida dela. Está mais seletiva e seu amor próprio, sua lógica incontestável e seu raciocínio estão em alta: ela merece!!! Sabe quando um filho teu conquista o Himalaia? Estou assim com MINHA AMIGA... Feliz, orgulhosa, e como toda amizade no fundo tem um pouco de egoísmo, estou mais tranqüila por ela e durmo melhor, rsrsrs... Obrigada, amiga amada por me provar que tudo é possível! Obrigada por provocar em mim esse deslumbramento e admiração e amor cada vez que te olho, te ouço e te cheiro. Obrigada por teres e me agraciares com essa risada cristalina de trovão. Obrigada por olhar nos meus olhos com esse olhar claro, seguro, confiante, cheio de esperança e VIDA! TE AMO TANTO, MUITO E SEMPRE!

20 de jan de 2011

INQUIETA QUIETUDE...

O cérebro pensa vertiginosamente. Minha cabeça não sossega; os pensamentos se sucedem sem cessar... Por que então não tenho conseguido colocar em “escrito” tudo o que tem ocorrido?! Neste meu blog, que é meu diário, teria tanta coisa pra escrever... Outro dia fiz uma tomografia e o efeito do contraste que me injetaram na veia foi terrível, tive reações pra lá de estranhas, durante 2 dias! Nos dias que passei na praia, vi coisas e pessoas pra lá de hilárias... Tanta coisa pra contar! Ontem, dia 19/1/2011, faleceu um amigo muito querido... Meu confidente, meu irmão de mais de 20 anos. Ainda estou estarrecida com sua doença e morte. Tão rápido tudo... Boa viagem, amado Antonio Crespo, sentirei saudades enormes! Um dia nos encontramos pra seguir a amizade eterna. No mesmo dia, niver de outro grande afeto. Velório de dia e festa à noite: que louca a vida! Estou preparando: - uma palestra de Numerologia; - organizando um sarau; - escrevendo uma peça de teatro. Eventos estes que serão realizados no Santtarte: meu teatro. Semana que vem começo os ensaios de outra peça com um amigo, DELÍCIA! Tudo isso acontecendo e não tenho respondido recados do Orkut, nem participado dos tópicos de minha comunidade querida, Balzaquianos de Porto Alegre... Não tenho mandado mails... Nem respondido os que recebo. Não aprendi (ainda) a lidar direito com o facebook, então entro lá, olho, mal posto algo e saio. É como se o agito do mundo, a necessidade na qual nos colocam de estar sempre informados de tudo, tivesse me paralisado no ar, pairando e esperando o momento certo de pousar no mundo real outra vez. Preciso retornar ao contato com o mundo, com ao amigos mais virtuais e com os muito reais, porque me assusta aquele velho ditado: “quem não é visto não é lembrado”. E se o mundo esquecer que eu existo?! Não acredito em inferno astral e só faço aniversário em março. Então: o que está acontecendo comigo? Porquê então esta inquieta “quietude”?! MISTÉRIOS... ______________________________________

13 de jan de 2011

FÉRIAS

No dia 26 de dezembro, me mandei pra praia como alguns milhares de brasileiros. Eu disse “milhares”?... hahaha...Milhões! Enfim: abandonei (até o blog!) e me dei 15 dias de férias! Fui óbvia e previsível: tudo o que eu queria era sair: da minha sala, das mesmas paredes, enfim; do meu mundo. Mudar de pele, sair da rotina, esquecer o relógio... As sonhadas férias! NÃO cozinhar, nada de super nem de fazer cama e pegar a correspondência na caixa de correio. Adeus salto alto, maquiagem e agenda! Praia, liberdade, vagabundagem e sol. Ao entrar no carro, depois de deixar as contas pagas com antecedência, carregar a bagagem, verificar azeite, calibrar, freios, gritei: “uhuuuu, vou de férias: LIBERDADE”!...Peguei a freeway... Fila. Quatro horas pra 200 quilômetros... Dá nada, vale a pena, já vou ouvindo música! Sintonizei no “NO STRESS”. Fui (óbvia como milhões de brasileiros) e aluguei uma casa na praia com outras pessoas... No dia da chegada, fazer super, organizar as cevas na geladeira e verificar a famosa vistoria da casa: na saída todos os objetos têm que estar ali e nas mesmas condições da chegada. Logo no primeiro dia, quebrei o objeto mais horroroso que já vi em toda a minha vida. Um centro de mesa ou algo “parecido”, com esquilo, flores irreais - a natureza jamais produziria algo tão espantoso! – e uma base que se parece com... NÃO SEI. Enfim, tive que me sentar algumas horas colando o tal “enfeite”. Depois botei a coisa num canto onde não corresse perigo de que alguém mais esbarrasse na tal maravilha. Choveu. Segundo, terceiro e quarto dias... COMIDA DE FÉRIAS... Pensa que é fácil pensar em cardápio que agrade a várias pessoas?! Tudo o que eu queria era sanduiches e caipirinha. Me vi limpando alface, comendo massa, botando mesa e varrendo.... O tempo? Nubladão... Não estava bom pra praia, mas mesmo assim fui lá caminhar. Quem quer jogar canastra? A areia dos pés antes de deitar? Delícia! Quarto dia... SOL! Vamos pra paia! Gosto de ir leve e solta; nada de cadeiras ou guarda-sol. Bom é ficar horas olhando as pessoas, curtindo as ondas, adorando a espuma e brincando na água feito criança. Esqueçi o filtro solar... Saudei todos os santos! Pensei em meus amigos, minha família, enfim: meus afetos. Orei por todos e agradeci muito pelo ano que começou pesadão e foi melhorando até ficar bom: obrigada, Papai do céu! Agradeço até a pele que dói quando encosta no lençol!!! REVEILLON Porco assado, arroz (à grega, claro) saladas, peixe, e muita ceva gelada. Ôps... A merda da geladeira ÓBVIO não gela direito. Eletrodomésticos que vão pra praia são o refugo, mesmo que a diária da casa custe uma martelada. Mas tudo é alegria! Gente reunida, risadas, todo mundo de branco que afinal, o que mais queremos é PAZ... A TV é 21 polegas. Das antigas, claro, com aquela bunda enorme, e (óbvio) que só pega 2 canais. Estamos de férias: quem quer TV?! Sempre tem alguém estressado porque alguém se esqueceu alguma coisa, óbvio... Bobagem! É só ir no mercadinho, comprar o que faltou e a gente ainda nem se importa com a fila de 45 minutos pra pagar; são apenas 23 horas. No dia seguinte, se lava aquele mundo de louça e a toalha branca da casa onde alguém derrubou vinho tinto e se agradece porque derramar vinho traz sorte! Tem que varrer bem a casa, que tem areia por tudo que é fresta. Os (óbvios) fogos de artifício foram um show à parte! Este ano decidi não fazer promessas de ano novo. Apenas fiquei lá curtindo e bebendo champagne: o melhor que meu dinheiro pôde pagar, direto do gargalo da garrafa. Ao ver a cara de meus filhos e neto neste momento, penso no clichê “certas coisas não têm preço”. Dia 2 de janeiro, os homens voltam pra cidade. Ficamos só as mulheres e o trabalho diminui em mais ou menos 90%... Tô mal de matemática ou da cabeça?! E tivemos 2 dias seguidos de sol...te mete! O mar está gostoso, as pessoas são lindas, sorridentes e queridas. Os simpáticos vendedores de redes, biquínis, casquinhas, caipirinhas, bonés, óculos de sol, sorvete, jornal, mantas de inverno, bolas, horrorosas pipas em forma de morcego e pastel não nos deixam faltar nada. Porquê estes caras não vendem protetor solar na praia?! Vai descascar que eu sei...

11 de jan de 2011

FÉRIAS

DESEJOS DE ANO NOVO
Na virada deste ano, pedi só pra mim; fui egoísta mesmo! Pedi PAZ.
Quero mais tranqüilidade pra poder trabalhar muito, produzir sem interrupções, pensar bastante e colocar idéias em realidade.
Pedi saúde pra mim e meus amores todos! Pedi muito dindim, grana, $$$, money; em euros!
Pedi inspiração, talento, oportunidades.
Sabe a coisa certa com a pessoa certa, na hora certa? Quero isso!
Quero mais risada de criança, mais sorriso de velhos, mais festa e mais daqueles pequenos encontros com pessoas escolhidas a dedo, das boas, daquelas que a gente não sente o tempo passar e quando este passa a gente já quer de novo.
Pedi mais leveza na minha cuca e mais “to nem aí” pros caretas e preconceituosos de qualquer espécie.
Pedi amor, beijos, chamego, frio na barriga....
Nisto, também não quero o “mais ou menos”, quero do melhor.
Eu mereço!
Afinal, não vesti branco por tradição; eu quero PAZ!
E que venha 2011, com muita
SORTE PRA TODOS NÓS!
_________________________________________________