Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


27 de abr de 2011

RECEITAS PRA FAMA EM 3 MINUTOS...


- Participar de algum BBB e depois tirar fotos pelada; infalível!
(Se ninguém lembrar do nome um segundo depoiz, quem se importa?!)

- Ter bundão e mostrar, rebolando grudada na câmara da TV!

- Sair sem calcinha, de saia bem curta e cruzar a pernas...

- Quando já for famosa e estiver bem bêbada, sair dirigindo, atropelar um (de preferência vários) guarda(s), se negar a fazer bafômetro e, claro, fazer o maior vexame!
Chamar a imprensa e se dizer "assediada", pode ser oportunistamente proveitoso...

- Depois de usar um monte de drogas e beber todas, ficar surpresa e chorar (MUITO) e mostrar-se (MUITO) magoada ao descobrir que perdeu a guarda dos filhos!

- Matar a família e depois ir pro motel também funciona; viu ?

- Ser muito rica, fazer NADA (nada é NADA, ok?) e aparecer em todos os eventos!

- Morder o pênis do namorado (tem que arrancar o membro ! ! !) e dizer “foi sem querer”.
É uma alternativa pobre, mas vá que funcione!

- Afirmar que o bebê que acabou de ter é de algum jogador de futebol famoso...

- Contar que ganhou na mega sena (sozinha) e está se sentindo muito sozinha e procura um “amor”!

A "fama" pode durar 3 (três) minutos; mas...
Quem se importa ? !

23 de abr de 2011

BICHOS

Me apaixono é pelo bicho!

Basta olhar o álbum de fotos de alguém e ali ver "bichos",
que meu coração se adoça na hora e um sorriso se abre
fácil em meus lábios!

E claro que já gosto mais dessa pessoa!

O melhor de tudo é que eles sempre vêm com
bom caráter imbutido...

21 de abr de 2011

EU ACREDITO NO COELHINHO!

Na Páscoa, os cristãos celebram a ressurreição de Cristo.

Entre os judeus, esta data também tem significado importante, porque marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C.

O ovo é o símbolo de vida... E não vou me fazer aquela pergunta boba, sobre quem veio primeiro: acho que foi o galo.

Na antiguidade, era comum encontrar figuras de Ostera, a deusa pagã da primavera, segurando um ovo e olhando para um coelho saltitante. Eis os três símbolos máximos da fertilidade: o coelho, a mulher e o ovo.



O coelho, que se reproduz como coelho, (piadinha infame) é o símbolo máximo da fertilidade!


Tá! Mas: quando começou esse costume de dar ovos na Páscoa?

No período medieval, lá no mediterrâneo, os nobres já se presenteavam com ovos.

Na Ucrânia, centenas de anos antes de era cristã já se trocavam ovos pintados com motivos de natureza – lá eles têm até nome, pêssanka – em celebração à chegada da primavera.

Os chineses e os povos do Mediterrâneo também tinham como hábito dar ovos uns aos outros para comemorar a estação do ano. Para deixá-los coloridos, cozinhavam-nos com beterrabas e outros corantes naturais.

ATÉ QUE UM DIA...

Daí pros reis mais abastados - um querendo mostrar pro outro ter mais poder ou conseguir algum favor - mandarem fazer ovos cravejados de pedras preciosas, foi um passo.

Pra chegar ao que é hoje, ovo de chocolate, foi preciso que os espanhóis descobrissem os maias e os astecas e com eles, o chocolate, o doce dos deuses! Que trabalheira para os culinaristas franceses aprenderem como extrair o néctar da semente do cacau...

Como todas as datas comemorativas, acabou virando comércio e nesta época, todos esperam uma lembrancinha de chocolate.

E os comerciantes fabricam cestinhas recheadas de ovinhos recheados das mais simples às mais caros...
Os dentistas, depois que se virem...
Nunca conheci uma criança que não espere ansiosamente seu “coelhinho”.




Hoje, com meus filhos, homens, já de barba na cara, ainda mantenho o costume de
esconder o ovo pela casa e eles têm que achar.
E não é que se prestam e adoram!?



Entre os anos 1885 e 1017, Peter Carl Fabergé e seus assistentes fizeram, sob encomenda, os “Ovos Fabergé”, verdadeiras obras-primas da joalharia, para os czares da Rússia.
Os ovos, cuidadosamente elaborados com uma combinação de esmalte, metais e pedras preciosas, escondiam surpresas e miniaturas e eram oferecidos na Páscoa entre os membros da família imperial. Disputados por colecionadores em todo o mundo, os famosos ovos de Páscoa criados pelo joalheiro russo são admirados pela perfeição e verdadeiros expoentes da arte joalheira.

Se for pra me presentear, que seja com chocolate meio amargo DIET ou um singelo Fabergé...







Existem algumas pessoas, muito estranhas (MUITO ESTRANHAS!) que não gostam de chocolate...
AMO CHOCOLATE!

Pensando bem... Com a FAMÍLIA e AMIGOS que tenho, algumas dávivas que Deus me dá todos os dias,
nem precisa lembrancinha de Páscoa: só peço que sigas em minha vida!

Pra ti, acreditando ou não na ressurreição, na Páscoa, gostando ou não de chocolate, te desejo

FELIZ PÁSCOA!

17 de abr de 2011

A FUGA NA SOGIPA

Amigos queridos...
Tô beeem feliz...

Fechei com o Clube Sogipa pra apresentar “A FUGA” na quinta-feira dia 28 de abril às 20 horas.
Sou pontual !

A apresentação será só pra sócios.

Mas eles, gentilmente me permitem convidar algumas pessoas!

Então, quem não for sócio da Sogipa e quiser assistir, é só me avisar.

Por favor, me deseja merda!

BEIJOS!

4 de abr de 2011

ME MANDARAM PARAR DE ESCREVER

Me disseram quem em meus textos falta frase "isca" e "poesia".

Mas não sou poeta nem pescadora!
Levei a pior nota: "C" bem grande e com vontade!
Pronto, contei!

E me disseram que um blog não é pra ser meu diário.
Escrevo “assim”, meio desajeitada porque esta é minha maneira de lembrar do essencial.
Uma forma (muito minha) de não esquecer do inesquecível.
Se é inesquecível, preciso escrever a respeito?
SIM!

Porque às vezes, lembramos do acontecimento, mas o tempo apaga os pequenos detalhes.
E é nos "detalhes" que mora a importância do que aconteceu.
Quando recebo um presente, não é o "presente" que conta; é o tempo que meu afeto levou pra embrulhar, a escolha da cor do papel, como me foi entregue...

Não pretendo ser nem de longe parecida com meus preferidos
Eça de Queiroz, Jorge Amado ou Lope de Vega!
Mas sou teimoooosa.

Quem me lê? Alguém me lê!
Meus amigos e minha família lêem meus textos simplistas nos quais falta o brilhantismo da boa literatura.
Até algumas pessoas que nunca me viram me prestigiam com seu tempo, seus olhos e já me disseram que desperto sentimentos...

Mas elogiam e criticam.
Ao contrário do que pensam, adoro críticas!

Então sigo na teimosia “ariana-escorpião” e continuarei escrevendo.
Na esperança de melhorar a cada dia, mas sem perder minha essência, minha naturalidade, meu despudor.

Me disseram que meus textos não podem ser desabafos.
Mas os meus são SIM!
São desabafos, denúncias, pensamentos e emoções...

Como mudar isso?
Me pergunto se devo mudar...
E se perco minha essência?!
Sou piegas, sentimental, comum.
Mas não sou manipulável.

Se não tenho vontade de escrever “comercialmente”, qual o problema?
Não é meu objetivo ter 3.000 seguidores nem publicar um best-seller...
Sou uma “simplista rebuscada”.


Sigo quem acho interessante e “me segue”
(incrível:tenho seguidores!) quem acha que tenho algo a dizer.

Minha ambição é outra...
QUAL?
Com o tempo todo mundo - inclusive eu - vamos descobrir...
Afinal, o que é literatura se não apenas sentimento?

Aliás, sentimento foi o que não faltou no meu 31 de março!
Vou escrever aqui, no meu diário um dos dias mais lindos da minha vida.

Mas quero seguir escrevendo peças teatrais: ô se quero!