Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


25 de out de 2010

ÚLTIMO DIA...

Eu nunca tinha feito uma temporada de teatro!
Até que o Memorial me ofereceu o teatro Glênio Peres pra apresentar “A FUGA” durante o mês de setembro e depois veio o convite pra fazer outubro também.
UM PALCO (e LINDO!) SÓ PRA MIM?!
Topei, claro!
E virou temporada...UAU...
Era meu sonho! Foi realizado...Sábado 23, fiz a última apresentação!
Optei por não fazer dia 30 porque é véspera de eleições e de feriadão.
Ensaiei durante uma hora me achando cheia de falhas, no último momento queria acrescentar “falas” e mudar gestos, daí dava tapa na testa dizendo “tá horrível!”, via os banners tortos...
A caixa de madeira onde sento, inventei de arrumar umas 20 vezes!
Quando fui pro camarim me arrumar, às 19 horas... “SOCORRO, ESQUECI AS MEIAS”!... Alguém teria um par de meias pretas curtas pra me emprestar?
Ufa, dei sorte! Gean,que filmou, tinha e gentilmente, me emprestou...
Obrigada, queridão!
A maquiagem demora, tenho que ficar uns 30 anos mais velha e cheia de rugas...
Peruca, fazer o coque... Tô pronta...”Será que veio alguém?...
No backstage, fiquei ouvindo a platéia entrando...tinha público! ÔBA!!!...
O frrrrrrrrio ALI, na barriga ... Pernas trrrrrrêmulas!
As 20.15, ouvi a deixa pra entrar em cena.
FUI...
Comecei o monólogo.
Alguns minutos depois, tocou um celular na platéia e a pessoa saiu voando do teatro...
É, acontece...Chato, mas acontece. APESAR DOS AVISOS!!!
Fora isso, silêncio absoluto.
Nem uma tosse...
Pedi pro Adriano (meu homem da luz, como carinhosamente o chamo) escuridão na
platéia; artimanha que uso pra não saber se lá estão sentadas 80 ou 8 pessoas.
Acabou.
Acabou?... Já? Será que não esqueci metade do texto?
Saí de cena.
E escutei os aplausos...
Voltei pro palco.
Luz geral...
A plateia estava lotada!!!
Me trouxeram flores; um ramo de 12 rosas vermelhas do Memorial...
Detalhe; em vez de celofane, vinham envoltas em juta, o mesmo material do saco de
batatas que faz parte do cenário... Que delicadeza!
O público aplaudindo e as lágrimas rolando. É difícil descrever a emoção que senti. Muito difícil!
A emoção ainda está latente bem aqui, ó... Ainda dura a emoção.
Deixo aqui o meu mais profundo agradecimento a Deus, ao pessoal do Memorial,
à minha família, aos meus amigos... “PÚBLICO”, que afinal, sinceramente, é o que todo ator/ atriz mais deseja e isto não me faltou; obrigada, Papai do céu!
Veio o convite pra fazer novembro!
Não posso; preciso me dedicar de corpo e alma pra ensaiar a peça do Bob Bahlis, com textos
do Fabrício Carpinejar!
Dia 10 me apresento na SOGIPA... Delícia!...Segue “A FUGA” ! Não houve ”último dia”...
CRIANÇAS...BENÇÃOS DE DEUS!
Pra meu neto Ákila, de 5 anos, que estava lá e no final me perguntou se
"tudo aquilo foi de verdade", foi seu primeiro dia de TEATRO!
Uma menina, Julia, de 10 aninhos, chorou de emoção o tempo todo...
Julia, te prometo uma comédia pra próxima, ok?
_________________________________________________
Equipe técnica: Iluminação: Adriano e Catarino Grosser. Assistente de produção: Lidia Oneia Peixoto.
Fotos: Marcelo Cavalheiro e Mariane Batista
(Meu filho e uma grande amiga)
A todos, meu mais profundo carinho e MUITO OBRIGADA!
BEIJOS...
***********************************************************

2 comentários:

  1. Cancelado dia 30 ???? como ???Voltei da Europa pronta para ir a tua apresentação e ela foi cancelada??? Como vou te ver agora??/Preciso saber!

    ResponderExcluir
  2. Amiga!!!
    Doida pra saber de tudo...SAUDADE ENOOOORME!

    Vou fazer alguma apresentação em novembro, eu aviso ok?
    BEIJÃO!!!

    ResponderExcluir

Olá!
Por favor sinta-se livre para comentar!