Tânia: atriz, leal, questionadora, sincera, irônica, exigente, fácil, radical, sensível, dura, intensa, controladora, generosa, egoísta, protetora, desapegada, aberta, ermitã, sensata e aventureira. "Sou todas em Uma" BEM VINDOS!


15 de jun de 2011

TUDO MENTIRA !

Me esconderam verdades...

Fui de castigo quando, aos 6 anos, ingenuamente
comentei que o Gordo e o Magro eram um casal...
Só eu via?!


Disseram-me que se eu fosse boazinha com os coleguinhas, elas seriam boazinhas também.
MENTIRA: uma talzinha roubou meus cadernos com meus desenhos, assinou como sendo dela e acreditaram nela, apesar de minhas juras e lágrimas.
Chorei não tanto pela autoria: muito mais pela injustiça.


Disseram que o Papai Noel e o coelho da Páscoa existiam...
Quando descobri a farsa, me enfureci e xinguei a menina que me contou essas “mentiras”.
Que injustiça cometi com esta menina...


Me fizeram acreditar que a (maldita) virgindade era necessária até o casamento...
HÃ...
Se eu soubesse, JAMAIS teria casado virgem!


Quando eu era pequena, me disseram que a polícia existe pra nos proteger.
Nunca pensei que um dia teria que dizer pros meus filhos, quando começaram a sair sozinhos:
te cuida de ruas escuras, de assaltantes e da polícia...
NÃO REAGE!”


Matam nossos afetos e seguimos sem reagir...
Mudos, cegos, surdos, quietos.
Assistindo novela, futebol e carnaval, sem ação nem reação.


Minha mãe me ensinou que se eu achasse algo e
soubesse quem era o dono, tinha que devolver.
Muitas mães ensinam NADA pros filhos.
E pode baternas professoras?!

Também me fizeram acreditar que
amor de mãe supera qualquer outro amor”...
MENTIRA!
Tem “mãe" (?) que joga filho no lixo!


Me disseram que se a gente dissesse a verdade, não
haveria problemas... MENTIRA!
Demorei mais de 55 anos pra descobrir que muitas
vezes, temos que mentir descaradamente.


Roubaram minha inocência aos 10 anos, quando descobri que existia gente doente que molesta crianças e que são doentes chamados pedófilos e que moram na mesma casa; são “família”...


Me disseram que as pessoas morriam de velhice ou de doença...
MENTIRA!
Ninguém me avisou que eu viveria num tempo em que as pessoas são assassinadas por um tênis, que crianças de
10 anos seriam baleadas dormindo em casa!


E que os políticos roubariam dinheiro dos pobres!?


E que existe “gente” (MONSTROS) que falsificam remédios!


Me chamaram de “louquinha” quando, olhando pro céu aos 5 anos, perguntei em que estrelas viviam outras pessoas...


É pra lá que eu quero ir!

5 comentários:

  1. Amada! Que mais verdadeiro!!!!! tudo que a gente realmente acredita...mas que, infelizmente, dói quando descobrimos que é mentira.
    Beijos com carinho!!!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga...acho que não adianta. Acredito que a verdadeira mudança tem que acontecer é por dentro. Mas acho que ser ingênua não é um defeito grave. Pior é desacreditar e tudo por daí mesmo que nada se realiza. Sei que és uma sonhadora compulsiva e que, de vez em quanto, raramente, tentas tomar um choque de realide, daí pesa.

    ResponderExcluir
  3. São mentiras que nos contaram, são verdades que nos esconderam, não importa, me sinto triste em constatar tantas verdades juntas que acabaste descrever! Beijos com saudades!

    ResponderExcluir
  4. Oi Tânia.
    Não tenho intenção de arrasar mas vou colocar uma frase de Riu Barbosa proferida, se não me engano, em 1890.
    "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e ter vergonha de ser honesto".
    É, mas eu sou teimoso, fiz a opção por ser honesto. Ponho minha cabeça no travessiro e...
    Acredito muito em Deus, e sei que a gente colhe o que planta...

    Beijos e abraços

    ResponderExcluir
  5. Meus amigos queridos, muito OBRIGADA por entender esta minha alma um pouco estranha, realista e sonhadora!
    Vocês são demais...
    BEIJOS!

    ResponderExcluir

Olá!
Por favor sinta-se livre para comentar!